Biografia

Tereza Custódio


2015-08-03-jpg

  • Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Professora aposentada do Instituto Federal do Rio Grande do Norte  (IFRN).

Tereza Custódio de Queiroz nasceu em 05 de maio de 1952 em Senador Pompeu no CearáBrasil. Filha de Audísio Vieira do Nascimento e de Elvira Custódio do Nascimento. Fez o curso primário no colégio Cristo Redentor e Nossa Senhora das Dores em Senador Pompeu e mudou-se para Fortaleza onde terminou o segundo grau no Liceu do Ceará (1970). Cursou por três anos a Faculdade de Direito na Universidade Federal do Ceará. (UFCE). Casou-se em 1974 e foi morar no Rio de Janeiro. Voltou para o Nordeste e terminou em 1980 o curso de Letras na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Especializou-se em Artes Cênicas e Línguas Estrangeiras (Inglês – UFRN), Espanhol (Salamanca / Navarra – Espanha). Coordenou grupos de teatro e escreveu as peças: “Eu Prometo” -1986″, Vivendo e Desaprendendo” -1987 “Sorriso Negro” -1988 encenadas por alunos de escolas públicas do segundo grau em cordel.

Tereza Custódio se denomina uma contadora de histórias e, para tal, utiliza a linguagem escrita para desenhar seus versos e descrever seus personagens. Leitora de Dostoiévski, John Steinbeck, Herman Hesse, Garcia Marques, Saramago, Eça de Queirós, Isabel Allende, Jane Austen, Philiph Roth, Mia Couto, Machado de Assis, Jorge Amado, Agualusa, Svetlana, Murakami, Hugo Mãe…

Em 2016, escreveu seu primeiro romance dramático “O BÁLSAMO” mesclando ficção e realidade pela Editora Chiado (Portugal) o qual recebeu o prêmio “Permínio Asfora” da Diretoria da União Brasileira de Escritores UBE-RJ 2017 e foi selecionado pelo Programa do Livro Didático da Secretaria Estadual da Educação Cultura e Desporto (SEEC) para acervo nas bibliotecas estaduais do Estado do Rio Grande do Norte e do Ceará.

Em abril de 2017, a trovadora Tereza Custódio foi premiada em primeiro lugar pela União Brasileira de Trovadores de Juiz de Fora/MG, com a trova de tema: União.

Em 2018, lançará o livro infantil em cordel “A VIDA COLORIDA DE VITÓRIA” e relançará o cordel DISCRIMINAÇÃO NA RAÇA NEGRA”. Está em andamento seu segundo romance o qual retrata uma sertaneja agnóstica. Para isso, está se alicerçando com as obras de Guimarães Rosa, Raquel de Queiroz, Rodolfo Teófilo, Câmara Cascudo, Lira Neto, Ronaldo Correia, João Almino, Cicinato Neto, Ana Miranda e outros nordestinos que adoram falar de sua gente.

 

Anúncios