Discriminação

DISCRIMINAÇÃO NA RAÇA NEGRA

Autora: Tereza Custódio de Queiroz

 Cordel composto de 66 (LXVI) sextilhas.

img-20161118-wa0004

Esse cordel com 66 estrofes de seis versos (sextilhas) e com versos de sete sílabas foi escrito em 1988 para compor a peça teatral “Sorriso Negro”. A peça se propunha a  resgatar a verdadeira história da raça negra, mostrar seus heróis, valorizar seus feitos e, assim, aumentar a autoestima das crianças e jovens negros, ajudando-os a assumir sua negritude, a reviver seus valores culturais, artísticos e religiosos apagados pela inculcação da ideologia dominante e dos detentores do poder.

1 – I

Escute bem essa história!

Veja o que vamos falar:

Fatos que aconteceram

Sem ousarem revelar;

Vamos contar a verdade,

Sem tentar dissimular.

 3 – III

No início da República,

Rui Barbosa autorizou

Queimar a informação

Que se contabilizou.

Perdendo todos os dados

Que na ata se registrou.

 5 – V

Difícil de descobrir,

Com documentos queimados,

O nome dos Sudaneses,

Dos Bantos escravizados,

Como também o número

De negros importados.

 7 – VII

Os senhores opressores,

Brancos com instrução,

Eram os proprietários

Com poderes de ação.

E, por isso, facilmente,

Distorcia a informação.

 9 – IX

O ambiente escolar

Vem , deveras, influir

Para a criança negra

Da sua cor desistir,

Passando ela, facilmente,

A cultura branca a adquirir.

 11 – XI

Sabemos que a raça negra

Foi muito discriminada.

E, Como classe oprimida,

Foi largamente explorada,

A religião proibida,

Suas crenças abafadas.

66 – LXVI

FIM 

 2 – II

A vil história do negro,

Com falhas nos foi contada

Nos livros oficiais,

Burlamente, registrada,

Como raça inferior

Assim, foi apresentada.

 4 – IV

Fizeram uma fogueira,

Para anular as maldades,

Isso apenas dificultou

Todas as possibilidades

Do historiador registrar:

As sofridas verdades.

 6 – VI

Os elitistas brasileiros,

Com falsos sentimentos,

Achavam que queimando,

Todos aqueles documentos,

Ficariam imunes e salvos

De quaisquer julgamentos.

 8 – VIII

Veja o livro didático

Como função pedagógica.

No papel fundamental,

Com visão ideológica.

Descuida-se da verdade,

Discriminando sem lógica.

  10 – X

E as poucas que lá chegam,

Começam a evadir,

As condições econômicas

As impedem de subir,

Com os privilegiados,

É difícil competir.

 12 – XII

Os opressores mentiam,

Dizendo que a religião

Que os negros cultuavam,

Tinham parte com o cão,

Determinando ao negro

Que se tornasse cristão.